terça-feira, 10 de abril de 2012

Confiança em Deus na adversidade


Confiança em Deus na adversidade
Leia o salmo 3

Até que ponto vai sua confiança em Deus?


Davi teve que fugir do seu próprio palácio devido a estratégia traiçoeira de Absalão. O filho de Davi encontrava-se revoltado com seu pai porque ele não julgou a sua causa nem fez nada em relação à humilhação que Amnom fez a Tamar.
Absalão tramou em seu coração matar seu meio irmão Amnom e assim o fez. Depois de um tempo fugindo de Davi, seu pai, Absalão age de maneira a furtar o coração do povo, fazendo com que ele seja mais admirado do que Davi. Absalão se autoproclamou rei.
E assim, Davi não teve outra opção a não ser fugir. Nessa fuga e diante de tantos fatos terríveis e assustadores é que Davi compõe este salmo afirmando os resultados da confiança verdadeira em Deus.

FATOS:
- Aumento do número de adversários. (V.1)
- Surgimento de um número grande de opositores. (V.1)
- Estes opositores desejam abalar a confiança de Davi dizendo que nem Deus pode livrá-lo ou que Deus não irá salvá-lo. (V.2)

A CONFIANÇA DE DAVI

A despeito dos fatos Davi afirma a sua confiança em Deus (v. 3), pois:

1. O Senhor é sua defesa;
2. O Senhor é a sua glória;
3. O Senhor é o que exalta a sua cabeça.
4. O clamor de Davi a Deus não é em vão (v. 4).

Da mesma forma, para cada um que confia em Deus. Você confia no Senhor? Então saiba que: Deus é o seu escudo para defendê-lo.
Deus é quem sempre será glorificado quando nEle confiamos e ficamos satisfeitos com isso. Deus é quem nos exalta dando a vitória, não dependendo de nada que possamos fazer. O nosso clamor não é em vão, pois clamamos a um Deus Todo-Poderoso que nos ouve e responde.

QUANDO CONFIAMOS EM DEUS:

1. Somos levados a reconhecer o seu sustento em nossa vida.
Davi reconhece o sustento de Deus em sua vida. Ele pode deitar a sua cabeça no travesseiro e adormecer tranquilamente bem como pode acordar, porque Deus o sustenta (v.5).



2. Somos livres dos temores que nos rodeiam e assaltam.
Mesmo diante de fatos tão assustadores, Davi não teme devido a sua confiança em Deus (v. 6). Ainda que venhamos a temer por um momento de fraqueza nosso, confiando no Senhor podemos superar as adversidades, ainda que sejam milhares que tomem posição contra nós de todos os lados.

3. Somos impulsionados a clamar a Deus.
Davi clama a Deus por livramento. Clama para que o Senhor se levante em seu favor e defesa. Assim também a confiança colocada no Senhor nos leva não apenas a clamar, mas a sermos atendidos por Deus (v.7). A verdade é que precisamos clamar a Deus confiando em sua provisão. Clamamos porque nEle confiamos. Quanto mais clamamos mais nEle confiamos.

4. Somos convidados a testemunhar da bondade de Deus na nossa vida.
Davi termina testemunhando e reafirmando a base de sua confiança. Ele declara e reconhece que a salvação é do Senhor e sobre o povo de Deus vai a benção do Senhor (v. 8). Ao confiarmos em Deus seremos transformados em um testemunho vivo da sua bondade. Assim como Davi provou o livramento de Deus em sua vida, ao confiarmos no Senhor não apenas provaremos a Sua Salvação como seremos instrumentos de testemunho desta salvação e benção.

Este salmo é um estímulo a que nós depositemos a nossa confiança unicamente em Deus. Embora sejamos falhos como Davi também era, somos chamados a confiar na misericórdia e na graça de Deus sempre.

Onde você tem colocado a sua confiança? Confiar em Deus não nos isenta de momentos de fraqueza e de dor, mas nos confere os benefícios e resultados de que tanto precisamos em meio às fraquezas e dores que enfrentamos ao longo de nossa jornada pela vida.

Confie no Senhor!

Salmo 3
3.1  SENHOR, como tem crescido o número dos meus adversários! São numerosos os que se levantam contra mim.
3.2   São muitos os que dizem de mim: Não há em Deus salvação para ele.
3.3   Porém tu, SENHOR, és o meu escudo, és a minha glória e o que exaltas a minha cabeça.
3.4   Com a minha voz clamo ao SENHOR, e ele do seu santo monte me responde.
3.5   Deito-me e pego no sono; acordo, porque o SENHOR me sustenta.
3.6   Não tenho medo de milhares do povo que tomam posição contra mim de todos os lados.
3.7   Levanta-te, SENHOR! Salva-me, Deus meu, pois feres nos queixos a todos os meus inimigos e aos ímpios quebras os dentes.
3.8   Do SENHOR é a salvação, e sobre o teu povo, a tua bênção.

2 comentários:

Davi Praxedes Santos disse...

Amén

Pr. Antonio C. G. Donadeli disse...

Obrigado por sua visita e comentário. Deus o abençoe, Davi.

Seja edificado através destas também...

Já passaram por aqui: